domingo

Repouso da Poesia



Enquanto adentro em teu repouso brandamente, me embeveço lentamente, esboçando um soneto. Sorvendo centelhas de palavras em rodopios ao vento, em teu silêncio, contemplo, o germinar de um primeiro quarteto.

Sentindo os perfumes que exalam em tuas letras, num voejar de borboletas, bailando em silente concerto, singelas palavras vão pousando, em estrofes se amando, concebendo um segundo quarteto.

Em teu repouso, flores tantas vou colhendo... Em cada uma, o desabrochar de um sentimento, e recolho na efusão lírica do momento, dois íntimos e segredosos tercetos.

E eis que te percebo sorrindo, e reverbero te ouvindo, em dois quartetos e tercetos.

Poesia, tu és como o amor que jamais dorme, descansa!

Do teu leve repouso
Levarei cuidadoso
Teu confidente soneto.


(Carlos Barros)

89 comentários:

Marta Vasil disse...

E depois de um repouso de muitos dias eis que finalmente acordam palavras a germinar um belo texto.
Destaco, sem mais palavras "Poesia, tu és como o amor que jamais dorme, descansa!"

Um soneto de abraços

Nota: Tinha saudades de o ler

paula barros disse...

Igual a um artesão, que sabe usar as mãos, vai tecendo palavras, tranformando sentimentos em belos poemas, em sonetos. Palavras que dançam ao som dos sentimentos.

boa semana!

frAgMenTUS disse...

é delicado...sensual... e misterioso este poema! adorei e já tinha saudds de te ler.

bj grnd luz e paz :)

catadoradepalavras disse...

Minha noite seria insone se a poesia dormisse...
Porque quando ela descansa, nossas vidas já ficam como crianças perguntando: já está chegando...

Com carinho da LUiA

Paula disse...

Simplesmente belo!

Sônia Brandão disse...

O poema descansa no coração do poeta para depois desabrochar como as flores na primavera.
O seu desabrochou lindamente.
Um grande abraço.

Paula Raposo disse...

Belíssimo!! Um prazer ler-te...obrigada. Beijos.

Marta Vasil disse...

Carlos

Passe pelo meu blogue. Tenho miminho para si - "Vale a pena acompanhar este blogue"

Beijinho

MV

Véu de Maya disse...

que recuperes depressa...um abraço.

véu de maya

Mirse disse...

Pela belíssima música deste poema, em tercetos, em sonetos, em tercetos e quartetos, senti a alma do poeta. A profundidade e o lirismo que encanta e embevece seus leitores.

Parabéns, Carlos!

Voce consegue penetrar a alma!

Muita saúde!

Beijos

Mirze

Efigênia Coutinho disse...

Sentindo o perfume que exalam em tuas letras, num voejar de borboletas, bailando em silente concerto, singelas palavras vão pousando, em estrofes se amando, concebendo um segundo quarteto.
CARLOS BARROS
Um mundo dentro de outro mundo, onde quem vai lendo se inunda em teu mundo de palavras poéticas, cumprimentos,
Efigênia Coutinho

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo!

beijooo.

Cristiana Fonseca disse...

Siblime poesia.
Abraços
CrisFonseca

Claudia Perotti disse...

Belíssimo, Carlos!
Beijinhosssssssssssss

Aníbal Raposo disse...

Caro Carlos,

Lindíssimo, inspirado!

Abraço

Alvaro Oliveira disse...

É lindo este "Repouso da Poesia"!
Um poema com sensualidade.

Parabéns amigo Carlos Barros,
porque algum tempo após "Nossa
Criança", reaparece com este
belo poema.

Um forte abraço

Alvaro Oliveira

Mário Margaride disse...

Amigo Carlos, boa noite!

Palavras para quê? É a poesia, no seu mais alto momento!

Belíssimo poema!

Um forte abraço!

Mário

erupção_do_ser disse...

É Fantástico como consegue levar-nos a querer penetrar nesse momento.
Um abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

"Se tudo for feito com Amor e ingenuidade;
Se todos se amarem mutuamente;
Se a felicidade for uma Eternidade;
Se a tristeza for mera passagem;
Se a amizade for sincera e de Verdade;
Se a vida for um Dar acima de receber;
Então descobriremos que foi em cada uma desses
momentos que nosso coração bateu mais forte,
e que agimos pura e simplesmente como seres Humanos!"

(Vera Costa)

Desejo uma linda semana com muito amor.
Abraços.

O Profeta disse...

Escrita fabulosa a tua...


Abraço

Olavo disse...

passa lá no blog..seu blog foi selecionado para afinal
abraço

tossan disse...

Ao fotógarfo a luz,
ao poeta as palavras,
a técnica e a arte,
pura poesia pura imagem...
Abraço

Secreta disse...

A poesia é como o amor sim, habita dentro do nosso peito.
Beijito.

Thiago Assis disse...

é de se admirar a poética da tua linguagem, muito lindo.


www.thiagogaru.blogspot.com

neide disse...

Que bom que voltou Carlos e já nos brinda com este belo poema, estava sentindo sua falta, de ler você.
Parabéns por ter ficado na final do concurso, você merece e tem meu voto.

Bjss e ótimo final de semana.

utopia das palavras disse...

Asfixiava-me o silêncio, porque respiro nas tuas palavras!

Serenamente belo, poéticamente luminoso o teu poema!

Um beijo

Elcio Tuiribepi disse...

Olá Carlos, confesso que ao ler, achei que este seja, talvez o seu melhor poema, essa foi a impressão que tive, gostei da forma como você colocou as palavras, lembrei do estilo do Vinícius, que inverte tão bem e não deixa perder o sentido do significado que pretendia...bom domingo...um abraço na alma

Mário Margaride disse...

Amigo Carlos

Passo por aqui para te dar um grande abraço e desejar-te uma excelente semana!

Mário

Xana disse...

Depois de ler o teu repouso , me fizeste acalmar a minha angustia.
Obrigado e beijos meus

Ana Paula disse...

Que deleite conhecer isso aqui...
É um lugar absolutamente encantado.

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma semana de luz pra vc.

Tudo bem?

beijooo.

siwa disse...

EXCELENTE BLOG. Parabéns.

joyce domingos disse...

simplemente deslumbrante^^

a poesia é casa,aconchego...

poesia é morada segura...é puro amor e simplicidade...

um bjo

Tatiana disse...

Que lindo Carlos...Palavras delicadamente belas!

Um belo final de semana para você e para todas as pessoas que estão em seu coração!

Um beijo carinhoso

manzas disse...

O sol rasga os panos do horizonte
Em pacífico brilho de sua magnitude…
Cadenciado ondular que em mar bronze,
Excelsa beleza no marulhar da virtude!

A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
Firmada num profundo e desigual chão azul …
Cristalizadas águas reflectem o planar,
Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

Gostava que comigo
Desse asas á sua imaginação,
No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

Um bom fim-de-semana,
Com muita inspiração
E na mente… um sorriso!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Patrícia Lage disse...

E os sonhos do repouso? Devem ser também sonetos em homenagem a você.

Lindo texto!
Meu beijo.

Cleo disse...

sensível, sonoro, leve como borboletas no sonho.lindo teu poema.
Beijos com carinho e bom final de domingo
Cleo

Aníbal Raposo disse...

Caro Carlos,

Lindíssimo poema. As palavras certas. Uma sensibilidade comovente.

Abraço

Adriana disse...

ah, que lindo soneto, cheio de música...
bonito demais!

Angel of Light disse...

Olá amigo!

Estou de volta, se bem que com menos assiduidade. Mas já sai do casulo. Estou bem. Sempre estive.

Pelo que me apercebi também andas (ou andavas) em retiro. O barulho do silêncio da nossa alma faz-nos revitalizar.

Deixo-te luzinhas mensageiras de cor prata da Mãe e de cor dourada do Pai.

Beijinhos de Amor e Luz!

Isabel Branco disse...

Sentem-se no ar os acordes
inspiradores do soneto.
Palavras e sons fiordes,
abruptos, regem o concerto.

Parabéns, uma doce Páscoa e um beijinho.

Isabel Branco disse...

Sentem-se no ar os acordes
inspiradores do soneto.
Palavras e sons fiordes,
abruptos, regem o concerto.

Parabéns, uma doce Páscoa e um beijinho.

Pelos caminhos da vida. disse...

Páscoa é tempo de Amor,
de família e de Paz…
É tempo de agradecermos
discretamente
por tudo que temos
e por tudo que teremos.

Páscoa é um sentimento
nos nossos corações
de esperança e fé e confiança.
É dia de milagres;
é dia dos nossos sonhos parecerem
estar mais perto,
tempo de retrospecção
por tudo que tem sido
e uma antecipação de tudo que será.
E é hora de lembrar
com amor e apreciação
as pessoas em nossas vidas
que fazem diferença…

Feliz Páscoa.

beijooo.

Cristiana Fonseca disse...

Feliz Páscoa pra vc
O poema, belíssimo.
Bjs

Iana disse...

Caro amigo Carlos Barros

Que prazer depois de tanto tempo ausênte ver que esteve em meu cantinho deixando seu carinho e regando as flores do jardim da rosa amiga.

Fiz um grande retiro amigo/a, passei dias de fortes ventos, hoje porém mesmo com "algumas dores" me rendi ao carinho dos amigos/as e me joguei mais uma vez nos braços daqueles que quero e me querem também Tão Bem!

Forte abraço e desejos de uma Páscoa feliz

Rosa amiga
Iana!!!

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!

Venho desejar-lhe um óptima Páscoa.


Um abraço

neide disse...

Carlos querido, que bom tê-lo de volta, de vê-lo novamente no meu cantinho, nosso cantinho dos amigos. Seja sempre bem-vindo.

Amigo, desejo-te uma Feliz Páscoa junto aos seus e que Deus continui te abençoando plenamente.

Bjss

O Profeta disse...

Para que a terra não trema
Para que esta Ilha seja de boa guarida
Mil e muitas ave-marias
Para iluminar tanta alma perdida

Em meu peito bate a fé
Sou um caminhante de muda revolta
Olhos presos a este manto verde
Alma que se ergue e fica solta


Boa Páscoa

Peter Pan disse...

Estimado e Genial Amigo:
Na sua literatura poética fabulosa descreve um mundo imenso de beleza e pureza pelas lindas musas de sonho.
As palavras transmitem de forma fabulosa e gigante um fantástico "sentir".
Entrei aqui e saio maravilhado com tanto que preenche por ser Gigante de um estar e sentir indescritíveis de talento. Genialidade. Dos mais puros que já vi.
Adorei!

Abraço cordial de respeito e estima sincera

Com admiração

P.P./Pena

OBRIGADO pela simpatia no meu blog.
Bem-Haja, amigo.
Uma Feliz Páscoa junto da sua família.

Mário Margaride disse...

Amiga Barros

Agrdeço a visita ao meu novo espaço de poesia em dueto, e o comentário muito simpático. Em meu nome, e da Rosana, o meu muito obrigado!

Deixo os votos, de uma excelente Páscoa! E um bom fim de semana.

Abraço!

Mário

Fragmentos Intemporais disse...

Passei para desejar uma óptima Páscoa, com direito a tudo o que merece!

Beijocas doces!

(Palavras sempre lindas!)

Sonia Schmorantz disse...

Que tenhas uma nova semana de muitas alegrias e abençoada por esta iluminada inspiração.
Um abraço

mundo azul disse...

_______________________________


...simplesmente, LINDO!

Você descreveu com maestria, o ato de construir um soneto!


Beijos de luz e o meu carinho...

_________________________________

Selena Sartorelo disse...

Imbuído de romantismo decorre por sentimentos delicados com muito requinte e sensualidade.
beijos,
Selena

Sereia Azul* disse...

Que repouso aconchegante para os sentidos da alma!
Confesso...estou fascinada com esta prosa poética! Uma envolvência simplesmente encantadora!
Adoro ler assim a poesia da alma... Parabéns por este momento de puro deleite anímico!

Uma brisa de mar no teu coração*

neide disse...

Oi Carlos
Tenha uma ótima semana, amigo.

Bjss

Marta Vasil disse...

Selinho para ti no meu blog.

Beijinhos

MV

Deusa Odoyá disse...

Olá meu amigo.
Uma linda e sensivel poesia.
Parabéns...
Uma semana de muita paz, luz e amor para vc.
Beijinhos doces.
Regina Coeli.

manzas disse...

Nos lençóis de seda em mar sereno
Tocam os dedos de um sol madrugador…
Desperta o planar de uma gaivota
No desabrochar de uma fina flor

Desamarro das margens do rio
Batel pintado com cheiro de jardim…
Redes enleadas no engodo do amor
Veste-se tímida a manhã num cais de cetim

Um resto de uma boa semana
Na rota dos sonhos!
Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

Vieira Calado disse...

Muito bem escrito!

Um abraço.

Avassaladora disse...

Carlos, Fiquei comovida, e muito sensibilizada com seu comentário. Sentí algo tão muito forte em sua mensagem.Vc não diz, e nem quero ser invasiva, mas sentí que vc tb está passando por um momento extremamente delicado. São essas coisas, Carlos, que me tocam profundamente nesse mundo virtual. Convivemos aqui, caminicamos através de comentários, as vezes e-mails, msn... Mas é tudo tão distante. Eu gosto tanto de vc, e me sinto impotente!
Porque essa gélida distância insiste em ser uma barreira intransponível...
Me perdoa, porque tb ando ausente. É que tento acompanhar os blog amigos, a medida que vão postanto, agora percebi que vc postou a última vez em 28/03. Me lembro que votei em vc, naquela interação entre blogs, um concursos dos amigos, que o Olavo fez, no Traços de um Homem.
Amigo querido, e não duvides o quanto é querido! Estou sempre por aqui... Qualquer problema deixe um recadinho lá no meu blog.
Estou retornando ao mercado de trabalho, depois de anos parada... Uma nova vida, e isso tem roubado um pouco o meu tempo.Mas para vc, terei sempre tempo!

Beijos em sua alma!

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olha Carlos, estive navegando e tive a oportunidade de ler um comentário teu, sobre uma postagem no blog da Avassaladora. Confesso que realmente fiquei muito sensibilizado. Também me sinto impotente por não poder fazer nada, porém, é como dizem: uma dor dividida, doi menos".

Fiques na certeza que a partir de hoje, passarei a orar por ti.

Adorei o poema, muito profundo. Parabéns!

Abraços,

Furtado.

Gleidston dias disse...

CARO AMIGO POETA,
passei para reler seus escritos, e dizer que aos poucos estou retornando,agradeço suas palavras que em mim surtiram efeito pela veracidade existente,obrigado.

Um otimo feriado a voce.

e aguardo eu retorno!
Abraço.

Avassaladora disse...

Amigo querido, uma madrugada solitária...
Vim a procura de algum sinal teu!
Espero que estejas bem!

Que Deus ilumine vc...

Beijos e carinhos mil!

O Profeta disse...

Ó chamateia que fala da saudade
Ó canção que pões um brilho nos olhos
Ó mulher que tens a forma da viola
Ó que espalhas paixões aos molhos

E o cantar da meia-noite
A todos encanta e seduz
Cantar até que morra a voz
Cantar até que haja luz




Boa semana



Doce beijo

Poesia Portuguesa disse...

Um belo repouso que me permitirás levar... um dia destes?

Um abraço saudoso de te ler!!

mundo azul disse...

________________________________


Seu poema é lindíssimo!


Por que não postou mais?


Beijos de luz e o meu carinho...

_______________________________

Avassaladora disse...

Querido amigo!

Uma saudade angustiante... Vontade danada de ter notícias.
Espero ansiosa...

Beijos e carinhos!

Serena Flor disse...

Passando pra desejar uma ótima tarde e deixar o meu carinho também!
Um grande beijo!

Analuka disse...

Que deliciosa descoberta nesta manhã outonal!!! Chego à tua página através de uma outra, visitada (NOvidades e Velharias), e já me apaixono, pelos sons, tons, melodias, asas e letras!...

Que belo este poema de Carlos Barros!

Deixo abraços alados, e linkarei teu blog para facilitar futuras visitas.

frAgMenTUS disse...

Carlos, há 2 meses que o teu blog repousa...estás bem? tenho saudds de te ler!!!dá notícias, p favor. bj luz e paz

Avassaladora disse...

Carlos, sem notícias suas...

Uma saudade grande de vc!

Meu imenso carinho e vontade que retorne logo...

Essa sua aunsência é muito triste!


Beijos na alma!

Cristiana Fonseca disse...

Mais uma vez , sublime.

Pedro disse...

Olá Carlos, que sutileza, beleza e sentimentos tem em suas palavras, ao ler-te com esta música inebriante acompanhando senti-me leve a flutuar em teu tocante e emocionante poema...
Escreves com alma!
Bjsss para ti e um ótimo fim de semana, espero que retornes logo.

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro escritor, lindo texto poético em forma de prosa, ao que parece. Cheguei até seu blog por meio do Bela Poeta e gostei do seu estilo de escrita. Deixo o convite para que visite meus blogs de poesias e citações. Um abraço.

Carla disse...

lindo este repouso

passei também para te falar do lançamento do meu livro "In-Finitos Sentires" a 27 de JUnho na Biblioteca de Valongo...aparece se puderes
beijo

cristinasiqueira disse...

Lindo Carlos!
Lindo...Poesia, tu és como o amor que jamais dorme, descansa!
Quanta ternura...lindo!

Com carinho,

Cris

cristinasiqueira disse...

"A folha branca...Que dança nua para mim" acena pelo teu verso,clama
pela partilha da alma neste acasalar de letras.
Lindo o teu espaço.

Com ternura,

Cris

Te convid a conhecer a Querida Querubim no blog www.cristinasiqueira.blogspot.com

Isabel disse...

espera-se o regresso....!!!!


abraço do


piano.

Patrícia Lara disse...

Olá!

Navegando na internet encontrei o seu blog por acaso. Que belo achado!

Tem um espaço muito lindo aqui e os seus poemas são magníficos!

Parabéns! Com certeza, voltarei mais vezes.

Um abraço,
Patrícia Lara.

Ava disse...

A procura de notícias suas...

Deixando meu carinho e minha saudade!

Beijos em seu coração...

Aníbal Raposo disse...

Lindo poema Carlos.

Estou de volta para visitar os meus poetas preferidos.

Abraço

Luis F disse...

Um excelente momento de tão belas palavras...

PArabens
Com amizade
Luis

isabel mendes ferreira disse...

poesia.....onde anda?


abraço.

O Profeta disse...

Parei na viagem de rumo e estrelas
Sentei-me à beira de uma lagoa sussurrante
Um Milhafre fitou-me zombeteiro
Hesitei na procura do adiante

Na ilha há sempre uma criatura em vigília
Há sempre um feiticeiro vento
Há sempre uma flor que a alma seduz
Há sempre no acontece um mágico momento




Doce beijo

Multiolhares disse...

De uma ternura e beleza ímpar,

beijos

Ava disse...

O Tempo passa... E nada de noticias tuas...

VASCODAGAMA disse...

AMEI O QUE LI
VOU VOLTAR

BEIJO

Emília Araruna disse...

Parabéns, esta poesia, profunda e suaves, ao mesmo tempo, é uma das mais belas que li ultimamente...

EA